Minhas propostas para a mobilidade urbana

  • Propor estudos de mobilidade urbana para a Zona Leste e as cidades paulistas, trazendo experiências de sucesso internacional, como em Bogotá, Nova Iorque, Santiago e Copenhague.
  • Defender a expansão de mais linhas de Metrô para integrar por completo a região metropolitana de São Paulo.
  • Apoiar a diversificação dos meios de transporte.
  • Lutar por mais direitos e melhores condições de trabalho para a classe dos motoristas de aplicativo.
  • Apoiar a revitalização do Centro de São Paulo com moradia popular, por aproximar as pessoas do trabalho, e levar esse conceito para outras cidades do estado.

Mobilidade Urbana

Mobilidade urbana é um dos grandes desafios de São Paulo. Isso porque a correria do dia a dia muitas vezes implica em deslocamentos de longa distância em um curto espaço de tempo. São Paulo é a cidade mais populosa do Brasil e o estado também é o maior em número de pessoas.

Ou seja, interligar a região metropolitana, com cerca de 21 milhões de habitantes, não é uma tarefa fácil. Entretanto, é comum morar em uma zona e trabalhar em outra ou, ainda, viver em uma cidade e trabalhar no município vizinho. Por isso, a expansão da rede de Metrô é tão importante.

Há vários projetos começados e esquecidos para aumentar o número de estações. No entanto, essa expansão é cada dia mais urgente e esses projetos precisam ser tirados do papel para melhorar a mobilidade urbana.

Como morador da Zona Leste, sei o que é percorrer quilômetros para chegar a um compromisso em outra região da cidade. Além de demorado, geralmente o trajeto inclui ônibus e metrô. Por isso, levar mais estações para lugares afastados do Centro é fundamental para integrar a cidade.

Um dos motivos da lotação no Metrô é exatamente porque muitas pessoas percorrem longos trajetos que poderiam ser encurtados se houvessem mais ligações entre as linhas. Por exemplo, com a inauguração da Linha 4-Amarela, não é mais preciso descer necessariamente na Sé. A estação ganhou alívio com a possibilidade de novas integrações, como nas estações República e Luz.

Da mesma forma, é possível desafogar outros pontos do metrô com a construção de novas estações. Eu quero desengavetar projetos e propor novas soluções para não sobrecarregar a região central.

Diversidade de meios de transporte

Entretanto, nem sempre o transporte público atende às necessidades de todas as pessoas. Há lugares mais afastados em que é difícil passar um táxi. Dependendo do horário, também não há mais transporte público em muitos locais. Uma alternativa são os aplicativos de mobilidade, que além de trazerem facilidade no deslocamento, faz também muitos questionarem a necessidade de ter um carro próprio, pelos encargos que o veículo acarreta.

Vale lembrar que há inúmeros aplicativos no estado. Há, inclusive, um apenas de motoristas que são mulheres e que é voltado para o público feminino. Além de outros de motoristas de táxis. Há várias opções que atendem diferentes perfis de pessoas, com descontos e benefícios específicos.

Ou seja, os aplicativos de mobilidade desempenham um importante papel na rotina do estado dono da maior economia do Brasil. Aqui, todas as formas de transporte são muito bem-vindas. Cada uma com sua função em diferentes momentos. Precisamos de agilidade e temos demanda para diversas formas de trabalho em prol de mais mobilidade urbana.

Contudo, os motoristas de aplicativo formam uma categoria em crescimento e que necessita de atenção. O Sindicato dos Motoristas de Aplicativo do estado de São Paulo existe para representar a classe e buscar melhorias nessa nova forma de trabalho. Afinal, é uma profissão que também tem problemas.

Eu quero lutar por essa categoria, pois acredito que quanto mais diversificadas forem as formas de transporte, mais o cidadão ganha. Por isso, defendo mais direitos e melhores condições de trabalho para eles.

Experiências internacionais

São Paulo é muito grande e cada região tem suas especificidades. Por isso, uma boa forma de inovar com menos riscos de erros é que uma equipe faça estudos de mobilidade para as regiões da capital e de cidades paulistas, trazendo experiências de sucesso internacional, como em Bogotá, Nova Iorque, Santiago e Copenhague.

Dessa forma, será possível conhecer tendências e caminhos sustentáveis para que a mobilidade urbana seja uma variável que contribui para o bem-estar da população. Soluções criativas já testadas não podem ser ignoradas.

É verdade que é preciso estimular o uso de transportes públicos. Contudo, antes, é necessário que sejam eficientes, acessíveis e de qualidade. Além disso, a diversidade dos meios de transporte é positiva, mas deve existir em harmonia e integração. Assim, naturalmente, as pessoas passam a usar menos o carro.

Juntos, podemos transformar São Paulo em um lugar cada vez melhor para se viver. E, claro, com mais mobilidade urbana. Conto com você para fazemos mais por nosso estado.