Na última sexta, no período noturno, participei de uma reunião muito interessante com diversos representantes e líderes de São Paulo, especialmente da zona leste da cidade, junto ao padre Ticão – que fizeram do encontro uma grande oportunidade para o tema políticas públicas ser evidenciado.

Meu pai, Dalcides Neto, por exemplo, lembrou que a luta pela Moradia está prestes a comemorar 32 anos e alguns dos participantes desse grande Movimento estavam no local e confirmaram as evoluções – já que no começo, as moradias eram de 5 x 25 metros. O discurso dele, relacionado principalmente com São Miguel, também foi voltado para a educação.

“Uma das nossas metas também é a educação, a educação que transforma, que contempla, como o projeto de Educação Contempladora do meu filho Emiliano Aqui presente. Temos CEU’s em São Miguel e região com cursos muito interessantes e que poucos sabem que existem. Habitação e moradia é o nosso carro-chefe, saúde é necessidade, mas só moradia e saúde não resolvem tudo. Com a educação transformamos e revolucionamos”, afirmou Neto.

O padre Ticão enfatizou um dado muito particular, informando que 40% dos moradores do Itaim Bibi, bairro nobre de São Paulo, estão matriculados nas universidades públicas – enquanto que no Itaim Paulista, na zona leste, esse percentual só chega a 4%. Assustador, não? Precisamos, queremos e vamos mudar esses dados!

Como meu pai disse no início do evento, cada CEU pode ser o início dessa mudança se cada morador, jovem (de qualquer idade, basta ter terminado o Ensino Médio) pode e deve se inscrever e participar dos cursos gratuitos. Há projetos diversos, inclusive, que relacionam cultura com pessoas que portam necessidades especiais. É preciso explorarmos todas as oportunidades!

Para mim e para todos os presentes, a educação, a cultura e a cidadania são estratégias fundamentais de transformação social e todos os nossos direitos têm que envolver o indivíduo, sem esquecer-se do coletivo, ou seja, antes de reclamar do seu problema, que tal tentar ajudar a solucionar o problema de todos? Em prol do senso comum? Vamos procurar, encontrar e incentivar boas iniciativas e práticas!

Outros representantes, como Edvaldo (dá rádio Cumbica) e Alberto (subprefeito de Ermelino Matarazzo), entre outros, também estiveram presentes e trouxeram incentivos bem bacanas a todos!

Agradeço pelo convite e aguardo o próximo encontro, com muita esperança.

Emiliano Zapata