No último sábado, 21 de maio, foi realizado o segundo #EncontrocomZapata (o primeiro foi realizado em março) e desta vez tive dois motivos especiais durante o evento: primeiro que celebramos na data, mais um aniversário do meu pai Neto – que nem preciso relembrar o quanto admiro, me inspiro e mantenho todo orgulho.

Em segundo lugar, tive certeza que estou (trilhando) no caminho certo. Os presentes, muito participativos, não só mostraram que estão entendendo minhas causas e propostas, como me disseram que acreditam nelas e isso – na verdade – é o mais importante. E eu vou explicar o porquê e ainda trazer alguns relatos de pessoas que expuseram suas opiniões em público e ainda conversaram mais comigo, durante o evento, sobre esses pontos.

No começo do evento, meu pai já me emocionou dizendo que “Nossa proposta é diferente. Nós queremos compromisso com as Políticas Públicas, sem comprar ninguém, e o Emiliano é fruto disso. Para mudar São Paulo e para transformar esse país, nós precisamos nos unir e – por isso – nos preocupamos com questões coletivas”, enfatizou meu pai (Dalcides Neto).

E por que ele ressaltou isso e eu assino embaixo?  Porque cada volta que a gente dá é um recomeço, digo isso até pelo atual e difícil momento que estamos vivendo, mas não podemos desacreditar da política porque ela não vai deixar de existir. Costumo comparar política com relacionamento (seja de amigo ou companheirismo, no geral): não é porque o velho deu errado, que devemos comparar o atual com o antigo. Por isso, frisei isso no sábado: dê uma nova chance e encontre a sua real representatividade também na política!

O auge do evento foi a minha causa sobre Educação contempladora, que foi iniciada pelo Léo (conselheiro e membro da Curuçá) que perguntou um pouco mais sobre o assunto e acabou pautando e emocionando a todos os presentes – principalmente, pais, mães, professores e pedagogos(as) participantes da ocasião.

E quando essas pessoas me perguntaram sobre essa causa fui enfático: A educação não é UM caminho, é O caminho e o ÚNICO caminho. Podem nos tirar tudo, mas ninguém toma o nosso conhecimento e não há nada melhor e maior do que esse conhecimento. Por isso, reitero minha defesa e luta pela Educação contempladora – tão essencial para essa lacuna de inclusões necessárias a olho nu de qualquer ser humano.

Veja alguns depoimentos, de alguns participantes.

Vanilda, comunidade Cangaíba
“Minha filha, pré-adolescente, incluiu um amiguinho em um trabalho escolar que estava sendo excluído porque para a maioria ele “só” era bom em desenhar, mas ela conseguiu ver que ele era criativo e ele conseguiu dar o melhor no grupo de tarefas deles. Minha emoção em ver que ele não foi excluído e conseguiu colaborar não teve preço, mas vi uma atitude na minha filha que não é a atitude de todos”. “Eu acredito e apoio a Educação contempladora, por isso estou com o Emiliano Zapata hoje e até o fim”, contou gratificada e emocionando a todos.

Joaquim, comunidade Ermelino Matarazzo
“Educação é um ponto chave, é um orgulho ver alguém tratando desse assunto com tanta diferença porque muitos só falam que vão investir em mais educação e não vemos os projetos. Que bom que estamos próximos e vendo que você realmente está fazendo isso, Emiliano”.

Elaine, professora de sociologia
“Os estudantes e jovens precisam e podem ser protagonistas das suas próprias histórias, do seu presente, do seu futuro. Tenho diversos exemplos diários e vejo todas as possibilidades a partir da Educação contempladora e, eu diria, sinônimo de libertadora porque vai fazer com que cada um consiga realmente se enxergar, se encontrar”.

Alexsandra, professora
“Vou compartilhar sua causa de Educação contempladora com meus alunos porque tenho certeza que eles vão se identificar, se sentir cuidados e ver com esperança o que eles realmente podem contribuir no futuro”, contou ela depois de filmar Emiliano Zapata falando com os presentes sobre essa causa e disse que já distribuiu o material em grupos via WhatsApp.

Isa, comunidade São Miguel Archanjo
“Conheço o Zapata desde os 2 anos, há mais de 20 anos convivo com sua família. Minha filha é professora de português e com a causa Educação contempladora estaremos realizando o sonho de muitos alunos, mas também professores como ela. Eu acredito no Zapata e em toda a responsabilidade, trabalho, comprometimento e até na fiscalização que ele e o Neto nos permitem ter por conta dessa boa relação de real proximidade que temos com eles”, explicou.

Edis, comunidade São Miguel Archanjo
“O Emiliano é jovem, tem a força jovem, faz nos acreditar no novo e com a Educação contempladora eu me identifiquei. Já passei por problemas de dificuldade de aprendizado com o meu filho e tenho certeza que essa causa vai ajudar muitas crianças e jovens”.

Amanda, comunidade São Miguel Archanjo
“Estou com o Zapata e confio na causa Educação contempladora, que tem tudo pra dar certo”.

Léo, comunidade Curuçá
“Acredito e apoio o Emiliano Zapata que vem dando força para tantos temas importantes não só para as nossas comunidades da zona leste, mas pra todo São Paulo e até o país. Educação é muito mais do que se falam por aí e ele tem um projeto que estudou muito antes de trazer para nós. Foi muito bom entender melhor essa causa, que vou levar pra frente  com certeza”.

E você, quer conhecer melhor e de forma didática esta causa? Assista ao meu vídeo sobre e faça um teste experimental sobre os 7 tipos de inteligência (veja qual se assimila mais a sua):

Espero você no meu próximo encontro!

Abraços,

Emiliano Zapata