Muita gente sabe, mas não custa lembrar o quanto sou apaixonado pela nossa língua – Língua Portuguesa, falada no Brasil e em outros países com suas derivações e extensões e em 10 de junho é comemorado o Dia da Língua Portuguesa, data em que a morte de Luiz Vaz de Camões é lembrada. Autor de obras memoráveis, marcantes e inesquecíveis, como “Os Lusíadas”, Luis de Camões, ele é considerado um dos maiores poetas da história e um dos inspiradores da literatura local, no Brasil e em muitos países ao redor do mundo.

LP_512x174px

Você sabia que existia um dia para a celebração dessa data, um dia específico para / sobre a nossa língua? Língua essa que é o nosso maior patrimônio, nosso maior meio de expressão, uma maneira rica e singular de nos aproximarmos, nos compreendermos e nos interpretarmos. Por meio dessa comunicação, a língua portuguesa transparece nossa identidade, nosso modo de estar, nosso jeito de ser!

Graças aos nossos colonizadores portugueses, ‘ganhamos’ e nos expressamos por meio da língua portuguesa – que predominou por aqui de forma muito peculiar e característica, já que são diferentes do vocabulário lusitano, inclusive. E qual a importância da nossa língua para o nosso país, para a sociedade, para a educação?

Temos uma padronização, por meio da língua! Em meados do século 16 o português ganhou sua forma “atual”, encontrando sua maior expressão escrita justamente no poema épico “Os Lusíadas”, de Luís de Camões, que se transformou na principal referência para o estabelecimento de uma gramática da língua portuguesa.

Por gramática, aliás, pode-se entender o conjunto de normas que determinam o uso de uma língua de modo a uniformizá-la, a torná-la comum e compreensível para todos os que a têm como língua materna. E essa ideia de uniformização da língua portuguesa ganha um especial destaque no ano de 2008, quando se concluiu o Acordo Ortográfico que está padronizando e unificando o modo de se escrever as palavras do português nos países em que hoje – como no Brasil – ele é falado.

Essa ideia proposta pelo Acordo Ortográfico é a de que qualquer falante da língua, independentemente do país de que provém, possa se entender com os outros falantes do português em qualquer país onde ele é a língua nacional. Além de Portugal e Brasil estamos falando também de: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, e Timor Leste – falamos e nos comunicamos pela quinta língua mais falada no mundo? Você sabia disso?

Preciso também lembrar que trouxe a importância da nossa língua nessa data especial em seu dia, mas que a importância de falar, escrever, entender, transmitir, receber a língua portuguesa de forma correta no nosso dia é essencial para todas as nossas atividades. Por meio de uma comunicação eficaz temos muitas possibilidades e só temos a ganhar, por isso ela é tão importante na grade curricular de todos os estados, para todas as idades, em nosso país.

A educação é o caminho mais curto, mais seguro e mais eficiente para toda e qualquer pessoa, cidadão brasileiro ou de qualquer outro país. Quero ajudar a garantir esse direito à educação, reconhecido pela Constituição Federal de 1988, de forma transversal, multiplicadora e totalmente contempladora para estimular o exercício fundamental para cidadania e qualificação: por meio do conhecimento.

Viva a língua portuguesa! E vamos celebrar e lutar pela educação contempladora para todos!

Emiliano Zapata