No final de setembro de 2015, mais de 150 líderes mundias estiveram na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, para adotar formalmente uma nova agenda de desenvolvimento sustentável. Esta agenda é formado pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados por todos os países do mundo durante os próximos 15 anos, até 2030.

Como esses novos Objetivos Globais têm tudo a ver com as causas que acredito e total relação com a minha causa Sustentabilidade Urbana, trago alguns dos principais pontos e deixarei o link com as informações completas a quem quiser acessar e conferir os dados na íntegra.

Conheça agora, então, quais são estes novos Objetivos Globais!

Objetivo 1: Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares. Você sabia que o número de pessoas vivendo em extrema pobreza diminuiu mais da metade; em 1990 eram 1,9 bilhão? Contudo, 836 milhões de pessoas ainda vivem na extrema pobreza: uma em cada cinco pessoas em regiões em desenvolvimento vive com menos de 1,25 dólar por dia. E esse é só um dos dados que a ONU traz sobre isso.

Objetivo 2: Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável. Infelizmente, a vasta maioria das pessoas do mundo passando fome vive em países em desenvolvimento, onde 12,9% da população é subnutrida. Dado alarmante e entristecedor.

Objetivo 3: Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.  A cada dia, morrem 17 mil crianças a menos do que em 1990, porém mais de seis milhões de crianças ainda morrem a cada ano, antes do seu quinto aniversário. Precisa falar mais alguma coisa? A saúde infantil, materna e doenças como a Aids também estão em pauta nesse quesito.

Objetivo 4: Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos. Estima-se que 50% das crianças fora da escola com idade escolar primária vivem em áreas afetadas por conflitos. Crianças das famílias mais pobres são quatro vezes mais propensas a estar fora da escola do que crianças de famílias mais ricas. O mundo precisa de educação, eu acredito na Educação Contempladora para todos e com todos, de todas as formas a favor do conhecimento.

Objetivo 5: Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas. Mulheres na África do Norte ocupam menos de um a cada cinco empregos pagos em setores que não sejam a agricultura. Infelizmente essa é uma realidade global e não só nossa, no Brasil.

Objetivo 6: Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos. Você sabia que 2,5 bilhões de pessoas não têm acesso a serviços de saneamento básico, como banheiros ou latrinas? Tem noção do que isso significa?

Objetivo 7: Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos. 1,3 bilhão de pessoas – uma em cada cinco, globalmente – ainda não têm acesso à eletricidade moderna. Achou muito? Imagine para eles que podem nunca ter acesso a esse texto com essa informação, em um computador, já que em suas casas não há energia.

Objetivo 8: Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos. O desemprego global aumentou de 170 milhões em 2007 para cerca de 202 milhões em 2012, dentre eles, aproximadamente 75 milhões são mulheres ou homens jovens. E alguns ainda acham que “só” o Brasil sabe o que é crise…

Objetivo 9: Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação. Em países em desenvolvimento, apenas 30% da produção agrícola passa por processamento industrial. Por que ainda temos esse entrave tão grande?

Objetivo 10: Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles. Crianças que fazem parte da camada de 20% mais pobres da população têm três vezes mais chances de morrer antes de completar seus cinco anos do que crianças mais ricas. Quanto mais desigualdade, mais informações como essa teremos.

Objetivo 11. Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. Cidades têm potencial de dissipar a distribuição de energia ou de otimizar sua eficiência por meio da redução do consumo e adoção de sistemas energéticos verdes. Mas, o que de fato é feito para as otimizações serem implementadas?

Objetivo 12. Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis. 1,3 bilhão de toneladas de comida são desperdiçadas diariamente. A palavra desperdício precisa ser desperdiçada e a consciência tem que driblar esses números para eles pararem de crescer.

Objetivo 13. Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos. As emissões de gases de efeito estufa oriundos da atividade humana estão levando a mudanças climáticas e continuam aumentando. Elas alcançaram atualmente seu maior nível da história. Onde vamos parar?

Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável. Você sabia que 40% dos oceanos do mundo são altamente afetados pelas atividades humanas, incluindo poluição, diminuição de pesca e perda de habitats costeiros?

Objetivo 15. Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres. Isso significa ainda gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

Objetivo 16. Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável. Além disso, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.

Objetivo 17. Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável. A população mundial apresentou aumento do uso da internet de 6% em 2000 para 43% em 2015. No entanto, mais de 4 bilhões de pessoas não usam Internet, e 90% delas são de países em desenvolvimento.

Os objetivos são incríveis? Os dados são extremamente alarmantes? Sim e sim, mas por que estou trazendo esse conteúdo? Porque essas informações precisam ser conhecidas por todos, pensadas por todos, disseminadas por todos e – mais – vencidas por todos.

O que você está fazendo hoje que pode, diretamente, interferir no seu amanhã? Consegue se colocar em qualquer um desses 17 pontos traçados e fazer a diferença, em um dos aspectos quaisquer?

Não importa qual seja a mudança que você consiga fazer. Por menor que seja, ou aparente ser, mude hoje, ajude hoje, espalhe esses objetivos agora. Tenho certeza que todos nós podemos ajudar o mundo.

Nenhum objetivo é mais importante que o outro. Repense e faça a sua parte!

Acesse o conteúdo na íntegra neste link.

Cuide do planeta!